Dr. DAVID RIOS QUER CRIAR O DIA DE PREVENÇÃO AO FEMINICÍDIO

Em Salvador, uma mulher é agredida a cada 45 minutos.

Preocupado com o aumento de assassinatos de mulheres no Brasil e também na Bahia, o deputado estadual Dr. David Rios apresentou projeto para instituir no Estado o “Dia de Prevenção ao Feminicídio”. Pelo proposição, a data será 25 de novembro, quando se comemora o “Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra a Mulher”. Segundo o parlamentar, “o feminicídio é um crime de gênero que deve ser combatido com penas duríssimas e desestimulados através de campanhas institucionais que reforcem os mecanismos já existentes de proteção à mulher, como a Lei Maria da Penha”.

Conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP), na Bahia o número de casos de feminicídio cresceu 17% no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 41 ocorrências em 2018 e 48 até junho deste ano. Ainda de acordo com a SSP, o aumento nos casos de mulheres assassinadas pelos companheiros foi mais significativo no interior do Estado, onde passou de 37 para 42 situações. Em Salvador, o número saltou de 4 para 5 casos, e na Região Metropolitana de Salvador, que ano passado não registrou ocorrências, teve um homicídio desse tipo.

Dados da Organização das Nações Unidas e Organização Mundial da Saúde revelam que, no Brasil, a taxa de feminicídios é de 4,8 para 100 mil mulheres, sendo considerada a quinta maior no mundo. A maior parte dos casos envolve pessoas conhecidas, como maridos ou namorados das vítimas. Além do feminicídio, a violência, física e psicológica, contra as mulheres vem aumentando na Bahia. Na capital, por exemplo, a cada 45 minutos uma mulher é agredida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *