AMEAÇA DE SARAMPO COMPROVA O ACERTO DE Dr. DAVID RIOS, AO DEFENDER A VACINAÇÃO

Crianças estão mais ameaçadas pelo sarampo.
Em artigo publicado recentemente no jornal Correio*, o deputado estadual Dr. David Rios condenou a resistência às vacinas, observando que “esse comportamento injustificável já fez retornar doenças que julgávamos controladas ou erradicadas, como o sarampo e até a poliomielite, colocando em risco sobretudo as crianças”. Citando o Ministério da Saúde, o parlamentar ressaltou ainda que dos oito tipos de vacinas obrigatórias para crianças de 0 a 4 anos, somente a BCG alcançou a meta estabelecida. As outras sete – Rotavírus, Meningocócica C, Pneumocócica, Poliomielite, DTP+HIB+HB (Penta), Hepatite A e Tríplice Viral – ficaram aquém a cobertura desejada.

 
O tempo deu razão a Dr. David Rios. Agora, a a Bahia convive com o risco do sarampo, depois que a Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) confirmou a ocorrência de três casos de sarampo trazidos por pessoas vindas de fora do Estado. Com isso, acendeu-se o alerta para a ocorrência de novos casos da doença em território baiano. Em todo o Brasil já foram confirmados 426 casos da enfermidade.
 
Por conta da ameaça, a Sesab está recomendando a intensificação da vacina Tríplice Viral (contra sarampo, caxumba e rubéola). Já a Prefeitura de Salvador irá promover, em 10 de agosto (um sábado) o Dia D de Vacinação contra o sarampo, para um público-alvo entre 12 meses e 49 anos. Os principais sintomas da doença são tosse seca e irritativa, febre alta, coriza, sensibilidade à luz, manchas vermelhas e dores no corpo. “Espero que, desta vez, ninguém deixe de se vacinar”, torce Dr. David Rios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *